sábado, 31 de outubro de 2009

me sinto!

Me sinto num frio congelante, num lugar escuro sem nenhuma chama acesa, em um lugar feio e sem cores onde predomina o cinza, me sinto vazia e solitária e a única pergunta que ecoa em minha mente é se vc está bem? Como posso sentir esse amor? Como posso me preocupar com vc depois de tudo o que aconteceu? Como ainda posso te amar? Como? Como posso ainda fechar os olhos e me ver nos seus como quando estávamos deitados um do lado do outro? Como posso respirar tão fundo a ponto de ainda sentir teu cheiro? Como posso ainda sentir o teu gosto nos meus lábios? Como posso ainda sonhar com vc? Como posso, ainda sentir a tua presença em todos os momentos da minha vida? Como posso ainda ter a ânsia de te ligar só pra ver pelo seu tom de voz que está bem? Como posso ainda chorar com as lembranças dos momentos mágicos que vivemos? Como as lembranças de acordar e dormir ao teu lado, com o jeito que acordávamos, com a gente tomando café, e depois ficar pensando no que íamos fazer e acabávamos deitados no sofá o dia todo porque na verdade o que queríamos estava bem ali, queríamos a presença um do outro, o cheiro um do outro, o gosto um do outro! Como isso acabou? Tinhamos sonhos juntos... eram sonhos lindos! E de uma hora para a outra a vida se tornou um grande pesadelo!! Como um amor assim pode se transformar na frase: Vai passar! Como? Queria respostas!
Nunca achei que foi uma coincidencia nos conhecermos! Acho que Deus se cansou de ver corações solitários e nos deu de presente um para o outro! Mais você jogou o seu presente fora, e levou o meu pra longe de mim! Não foi uma escolha minha! Sempre quis o meu presente e o desejei desde o dia que eu descobri que o amor existia! e descobri isso quando olhei pela primeira vez nos seus olhos! Como pode desistir de algo verdadeiro e belo?
Amor não é uma doença é uma dádiva!

Nenhum comentário:

Postar um comentário